ES possui maior retroárea de portos secos do país

Publicado em 30/06/2022

Você sabia que o Espírito Santo possui a maior retroárea de portos secos do Brasil? Para empresas que operam no comércio exterior, quanto mais alternativas para movimentar o setor, melhor. E as Estações Aduaneiras do Interior (EADI’s) - ou portos secos - são grandes aliadas de quem opera com importação e exportação nesse sentido.


Paulo Alves, diretor executivo da empresa associada TERCA – Zilli Armazéns Gerais, ressalta que o Espírito Santo se sobressai frente aos demais estados nesse segmento. “O Estado tem vocação para logística, com significativa retro área para veículos, máquinas, grandes projetos e cargas de armazém. Além disso, tem boa gestão fiscal e benefícios como o Compete, Invest e o Fundap”, pontuou ao lembrar, ainda, a localização geográfica privilegiada.


Alves também reforça que os portos secos apresentam o diferencial de entender a demanda e desenhar projetos personalizados para atender às expectativas dos clientes nos serviços de armazenagem e movimentação de carga. Por conta disso, há regimes aduaneiros específicos para as estações, que prestam serviços de movimentação, desembaraço, entrepostagem, armazenagem e despacho aduaneiro de mercadorias e de bagagem importadas ou que serão exportadas.


Para Nivaldo Tuba, CEO do Grupo GDL, agilidade, localização em áreas de alta demanda e qualidade na prestação de serviços de logística aduaneira estão entre os principais diferenciais dos portos secos. “Os recintos de zona secundária complementam a logística de comércio exterior, que disponibilizam uma das melhores infraestruturas operacionais do Brasil”.  

 

ES possui maior retroárea de portos secos do país

Compartilhe:

 

 

Visitas: 501



http://sindiex.org.br/ http://sindiex.org.br/


Este site utiliza cookies e outras tecnologias para melhorar a sua experiência. Leia nossa Política de privacidade.