País da Europa quer exportar vinhos ao Brasil pelo ES

Publicado em 20/03/2023

Explorar as oportunidades de exportação de vinhos eslovacos para o mercado brasileiro através dos portos capixabas. Esse foi o objetivo da agenda do presidente da Assembleia Legislativa do Espírito Santo, deputado estadual Marcelo Santos, que, nesta sexta-feira (17), visitou produtores locais para conhecer as técnicas e tecnologias utilizadas na produção.

"Essa foi uma agenda muito importante porque o Espírito Santo pode se tornar uma porta de entrada para que esses vinhos premiados ao redor do mundo cheguem ao Brasil através dos portos capixabas", comentou o presidente.

A Eslováquia possui em torno de 400 produtores de vinhos, em um território de tamanho semelhante ao do Espírito Santo. Seus rótulos, especialmente os brancos e rosés, têm recebido prêmios internacionais nos últimos anos.

Segundo o Sindicato do Comércio de Importação e Exportação do Espírito Santo (Sindiex), a importação de vinhos segue em franco crescimento no Espírito Santo. O Estado é o segundo maior importador de vinhos (em número de garrafas) do país e, em 2022, somou 32 milhões de garrafas importadas - em valores, a cifra alcançou os US$ 80 milhões.

Os principais parceiros comerciais na importação de vinhos para o Espírito Santo são o Chile, Argentina, Portugal e Itália.

Além da crescente produção vinícola, Marcelo Santos conheceu técnicas de transformação de penas de aves em fertilizantes, purificação e água para reuso e de filtragem de óleos de máquinas para reutilização.

"Essa tecnologia permite reutilizar entre 40% e 70% dos óleos que são despejados na natureza, protegendo o meio ambiente e até barateando os custos operacionais", complementou Marcelo, que adiantou já estar organizando uma comitiva eslovaca para visitar o Espírito Santo.

As técnicas, de acordo com o presidente, poderão beneficiar, por exemplo, o município de Santa Maria de Jetibá, que é o maior produtor de ovos de galinha do Brasil, com produção de 4,35 bilhões de ovos no ano passado. "É uma forma de aproveitar o material que já existe em abundância no município".

Marcelo Santos disse que convidou uma comitiva eslovaca para conhecer as potencialidades do Estado por entender que essa troca de experiências é uma ótima oportunidade para estreitar as relações comerciais entre os dois países e, quem sabe, abrir novas possibilidades de negócios.

O Espírito Santo tem potencial para ampliar a exploração de petróleo e gás, além de possuir um complexo portuário que merece ser explorado para que o Brasil e o mundo se comuniquem pelos portos capixabas. Ele acredita que essa visita à Eslováquia e a troca de experiências com a Europa pode fomentar toda uma cadeia produtiva favorável ao desenvolvimento do Estado.
País da Europa quer exportar vinhos ao Brasil pelo ES

Compartilhe:

 

 

Visitas: 110

Fonte: ES Hoje

http://sindiex.org.br/ http://sindiex.org.br/


Este site utiliza cookies e outras tecnologias para melhorar a sua experiência. Leia nossa Política de privacidade.