“O ES quer ser a porta de entrada e de saída do Brasil para o mundo”

Publicado em 16/02/2023

Em mais um mandato à frente do Governo do Espírito Santo, Renato Casagrande deu uma entrevista exclusiva para a Sindiex News. O governador falou sobre a importância do setor de comércio exterior, a parceria com o Sindiex e os empresários do segmento, e ainda adiantou alguns planos e perspectivas de crescimento para o Estado nos próximos anos.


“O Espírito Santo está em uma posição privilegiada logisticamente falando e quer ser a porta de entrada e a porta de saída do Brasil para o mundo. O setor do comércio exterior é extremamente importante para o nosso Estado, respondendo por mais de 50% do PIB capixaba, e movimentando nossa economia na geração de oportunidades, emprego e renda para a população do Espírito Santo”, destacou.


Qual é a importância do comércio exterior para a economia do Espírito Santo?


O Espírito Santo está em uma posição privilegiada logisticamente falando e quer ser a porta de entrada e a porta de saída do Brasil para o mundo. O setor do comércio exterior é extremamente importante para o nosso Estado, respondendo por mais de 50% do PIB capixaba, e movimentando nossa economia na geração de oportunidades, emprego e renda para a população do Espírito Santo.


Na sua avaliação, como o Sindiex contribui para a relação entre os empresários e o Estado?


O Sindiex é uma entidade que sempre se aperfeiçoou e cumpre um papel importante, trabalhando um tema, o comércio internacional, que é uma vocação dos capixabas. A gente tem boas empresas, bons profissionais e nós temos de nos orgulhar da atividade que a gente tem aqui no nosso Estado, que é uma referência para o Brasil. Sou muito grato pela parceria com a entidade e com os empresários associados, e tenho certeza que seguiremos trabalhando juntos para manter a competitividade e protagonismo do nosso Estado.  Sempre digo que não seremos um grande Estado consumidor pelo tamanho da nossa população, mas somos um Estado valente, que quer ser cada vez mais competitivo.


Quais são as ações previstas e em andamento para o desenvolvimento do setor de comércio exterior e de logística do Espírito Santo?


Fruto de um trabalho muito sério, conquistamos, no Espírito Santo, uma boa gestão fiscal, a Nota A do Tesouro Nacional ainda em meu primeiro mandato, em 20212; ambiente de negócios adequado e investimentos em inovação. Buscamos ser referência no cenário nacional e o Sindiex participa de todo esse processo, avançando junto com nosso Estado. Temos importantes projetos saindo do papel, que devem fortalecer ainda mais o setor de comércio exterior. Podemos citar, de forma direta, a desestatização da Codesa e a Ferrovia Centro Atlântica S/A, que deve transformar a logística do Espírito Santo nos próximos anos. Também levei ao presidente Lula, em reunião no fim de janeiro, as pautas prioritárias do nosso Estado e focamos na infraestrutura logistica, principalmente nos gargalos que temos nas rodovias federais que cortam o Espírito Santo.


Qual é a importância da prorrogação dos incentivos fiscais para a manutenção e atração de novos investimentos ao setor?


A Lei 186/2021, que prorroga os incentivos fiscais no Espírito Santo até 2032, será essencial para trazer um reforço para a nossa economia, com uma perspectiva de 10 anos para o desenvolvimento da infraestrutura logística do Estado. Com a medida, conquistaremos a manutenção de mais de 100 mil empregos, a permanência das atividades das empresas, arrecadação e fortalecimento da nossa economia. Recentemente assinei uma Carta Compromisso para que a sociedade capixaba saiba aa diretrizes econômicas e fiscais que queremos dar ao nosso governo.


O Governo do Espírito Santo tem sido uma influência positiva no comércio exterior por conta da boa gestão fiscal, de um ambiente de negócios favorável e das políticas de investimentos em inovação. Por que esse envolvimento é importante? Como avalia a parceria entre governo e o setor?


Contar com o apoio e parceria das empresas é essencial nesse processo. Queremos crescer juntos, gerando oportunidades para os empresários, para a nossa população, deixando o Espírito Santo cada vez mais forte, com mais capacidade, representatividade e criando muito mais oportunidades para os capixabas. Temos um trabalho importante de desenvolvimento regional e as empresas têm sido fundamentais, através dos nossos incentivos, nesse trabalho de geração de oportunidades em diversas regiões do nosso Estado.

“O ES quer ser a porta de entrada e de saída do Brasil para o mundo”

Compartilhe:

 

 

Visitas: 158



http://sindiex.org.br/ http://sindiex.org.br/


Este site utiliza cookies e outras tecnologias para melhorar a sua experiência. Leia nossa Política de privacidade.