Brasil pode ter saldo comercial maior em 2023

Publicado em 22/12/2022

Projeção divulgada nesta terça-feira (20) pela Associação de Comércio Exterior do Brasil (AEB) aponta que o País terá aumento no superávit comercial no ano que vem, apesar da queda esperada para importações e exportações. A AEB projeta saldo comercial positivo de US$ 71,9 bilhões para o Brasil em 2023, 14,3% maior do que os US$ 62,9 bilhões de 2022.


O número deve ser resultado de exportações de US$ 325,1 bilhões e importações de US$ 253,2 bilhões. As exportações devem cair menos que as importações, no entanto, aumentando assim o superávit da balança comercial brasileira. A projeção da AEB é de queda de 2,3% para embarques do Brasil e de uma redução maior, de 6,2%, para as compras brasileiras de produtos do exterior.


A AEB chama o superávit de negativo, explicando que será alcançado com duplo déficit, sem gerar atividade econômica. "Um saldo de quase US$ 72 bilhões é um recorde brasileiro histórico, mas só se trata de superávit porque a queda nominal de quase US$ 17 bilhões das importações será maior do que a das exportações, de mais de US$ 7 bilhões", disse o presidente executivo da AEB, José Augusto de Castro, em material divulgado pela associação.


A corrente comercial, que é a soma das importações e exportações, deve ficar em US$ 578,391 bilhões em 2023, também caindo 4% em relação ao valor estimado para 2022. 

Brasil pode ter saldo comercial maior em 2023

Compartilhe:

 

 

Visitas: 201

Fonte: Agência Anba

http://sindiex.org.br/ http://sindiex.org.br/


Este site utiliza cookies e outras tecnologias para melhorar a sua experiência. Leia nossa Política de privacidade.