Comércio global terá recorde de US$ 32 trilhões em 2022

Publicado em 15/12/2022

O comércio mundial deve atingir recorde de US$ 32 trilhões neste ano, segundo projeção divulgada nesta terça-feira (13/12) pela Conferência das Nações Unidas sobre Comércio e Desenvolvimento (UNCTAD, na sigla em inglês). O comércio de bens vai totalizar US$ 25 trilhões em 2022, com aumento de 10% sobre 2021, e o de serviços ficará em US$ 7 trilhões, com alta de 15% no mesmo comparativo.


Os números robustos se devem principalmente ao desempenho no primeiro semestre de 2022, já que no segundo semestre o comércio foi moderado. No quarto trimestre, inclusive, deve haver queda tanto em bens quanto em serviços, indica a UNCTAD. O organismo informa que a deterioração das condições econômicas e o aumento das incertezas resultaram em uma desaceleração no segundo semestre de 2022.


O relatório indica que o declínio no segundo semestre será apenas nominal, com aumento de volumes, mas queda nos preços de produtos primários, especialmente da energia. Em contraste, os preços de insumos intermediários e bens de consumo comercializados internacionalmente continuaram a aumentar durante o mesmo período, gerando preocupação com a inflação.


A Unctad acredita que a desaceleração do comércio vai se acentuar em 2023. Há previsões de crescimento econômico sendo revisadas para baixo em 2023 devido aos altos preços da energia, o aumento das taxas de juros, a inflação persistente e as repercussões da guerra na Ucrânia, bem como elevadas cotações da energia e de insumos intermediários e bens de consumo que vão abrandar a procura por importações.

Comércio global terá recorde de US$ 32 trilhões em 2022

Compartilhe:

 

 

Visitas: 250

Fonte: Agência Anba

http://sindiex.org.br/ http://sindiex.org.br/


Este site utiliza cookies e outras tecnologias para melhorar a sua experiência. Leia nossa Política de privacidade.